Fale Conosco
  • phone
    (61) 3361-1550 | 98482-4961
  • location_on

    SIA Quadra 5C - Lote 17/18, nº 195, Sala 212, Edifício Sia Sul - Guará, Brasília - DF, 71200-055

Deixe sua Mensagem

    Simples Nacional: Guedes estuda adiar pagamento de tributos em 2021

    O Simples Nacional corresponde a 24,13% da renúncia fiscal projetada para o próximo ano.

    Banner Blog 21 12 (2) - Contabilidade em Brasília | Diagnóstika Contabilidade - Simples Nacional: Guedes estuda adiar pagamento de tributos em 2021

    Pela crise econômica causada por conta da pandemia de Covid-19, o governo nacional tem buscado alternativas para contornar a situação atual. Uma das formas de amenizar a situação é adiar o pagamento de tributos, com o do Simples Nacional.

    Entre as medidas cabíveis, está a antecipação de pagamento de benefícios e o adiamento de cobrança de impostos no começo do próximo ano.

    No caso dos benefícios que poderiam ser antecipados, incluiu-se o 13º de aposentados e pensionistas do INSS. Já no caso do adiamento do pagamento, estaria o Simples Nacional que é o maior incentivo fiscal no Brasil.

    Simples Nacional

    Vale lembrar que o Simples Nacional corresponde a 24,13% da renúncia fiscal projetada para o próximo ano. O valor chega a R$ 74,3 bilhões. Este regime possibilita às micro e pequenas empresas recolherem os impostos de maneira mais simplificada.

    Guedes afirmou que o governo não descarta utilizar ferramentas dentro do teto. Para isso, ele indicou as possibilidades de antecipar benefícios e adiar tributos, como já ocorreu este ano. “Esses instrumentos vão permitir fazer aterrissagem em 2021”, prossegue.

    Auxílio emergencial

    Paulo Guedes, ao comentar sobre o auxílio emergencial, alegou que o cronograma de pagamentos pelo Ministério da Cidadania e a Caixa deve seguir em janeiro e metade de fevereiro de 2021. A execução orçamentária do benefício termina em dezembro.

    Conforme a portaria do Ministério da Cidadania, publicada na semana passada, o calendário para o saque do benefício apresenta pagamentos para até dia 27 de janeiro do próximo ano.

    Perspectiva para 2021

    Para o próximo ano, Guedes indicou esperar um ano diferente. No entanto, para que as perspectivas melhorem, o ministro destacou que o Congresso precisa aprovar as reformas — para que a economia apresente recuperação.

    “Só as reformas vão transformar recuperação baseada em consumo em crescimento com investimento”, ressaltou.

    Não perca mais nenhum post!

    Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.

      Comentários

      Subscribe
      Notify of
      guest
      0 Comentários
      Inline Feedbacks
      View all comments
      Recommended
      A economia nas transações que são feitas sem intermediações, controle…
      Cresta Posts Box by CP